Blog

02 de Março de 2021

7 habilidades que te farão crescer na profissão

Para crescer na profissão é preciso mais que competência técnica. Confira quais habilidades comportamentais e emocionais podem alavancar sua carreira!

homem pensando

 

Quem quer crescer na profissão ou está procurando, deve se preparar para os desafios. Dentro de um cenário de dúvidas e incertezas, se destaca ainda mais quem investe em suas qualificações. E também quem está atento às carências do mercado.

Nada o impede de crescer na profissão que deseja. Basta que você continue investindo tempo e energia para se manter atualizado em sua área.

Dê o máximo de si na empresa em que trabalha para aumentar suas chances de promoção ou continue firme na busca por novas oportunidades.

ATITUDES E HABILIDADES

Neste artigo pretendemos apontar as atitudes e habilidades que serão essenciais para crescer na profissão, independentemente da sua área de atuação.

Isso porque as empresas já perceberam que competências técnicas específicas, embora sejam sempre valiosas no mercado de trabalho, não são suficientes para definir um bom profissional.

Hoje, com o aumento e a popularização da educação técnica ou superior, tornou-se mais fácil para as empresas encontrarem muitas pessoas com habilidades parecidas.

Mais do que saber fazer, o diferencial, encontra-se nas habilidades comportamentais, emocionais e de comunicação: as chamadas características de perfil. Elas são fundamentais, por exemplo, para um profissional que ambiciona atingir um cargo de liderança dentro de sua empresa.

 

mulher braços cruzados

 

1. APRENDIZADO E APERFEIÇOAMENTO PARA CRESCER NA PROFISSÃO

Nossa primeira dica tem a ver com a humildade. Para crescer profissionalmente, você deve abandonar a ideia de que já “sabe tudo”. Esse pensamento só tende a levar à estagnação.

Se você se mantiver sempre aberto a novos aprendizadose entender que todas as qualificações podem ser aperfeiçoadas, perceberá que este é o único caminho para sua evolução.

Nestes tempos que clamam por inovação e exigem de todos uma constante adaptação frente às novas tecnologias e processos produtivos, sai na frente quem demonstra competência para aceitar e trabalhar com novidades e campos desconhecidos.

2. IDENTIFICAR E INVESTIR EM HABILIDADES ESSENCIAIS

Procure identificar com precisão quais habilidades a sua área de trabalho determina como essencial para crescer na profissão. Aprender um idioma,por exemplo, é inevitável para quem trabalha em multinacionais ou empresas nacionais de grande porte.

O importante aqui é fazer uma pesquisa aprofundada não apenas dos seus talentos, mas também das necessidades apresentadas pelo mercado de trabalho. E então investir tempo e recursos nelas.

Tal disponibilidade demonstra que você se preocupa com o seu próprio crescimento. E que também está atento e se interessa pelo desenvolvimento dos empreendimentos para os quais trabalha.

3. PROCURE MELHORAR SEU COMPORTAMENTO EMOCIONAL

Ambientes de trabalho, por sua própria natureza, podem desencadear momentos de grande tensão.O volume de tarefas que aumenta, os prazos que apertam, excessos cometidos por clientes, gestores ou demais colegas de trabalho...

Tudo isso pode conduzir a verdadeiros desafios à nossa segurança e confiança e comprometer a qualidade da nossa produção.

Aqui, o que está em jogo é algo muito mais pessoal: a habilidade de manter o equilíbrio emocional em momentos de turbulência. Pessoas que se mantêm serenas em episódios assim funcionam como um porto seguro.

Oferecem confiança quando ela se torna a coisa mais necessária e importante para todos. É um recurso importante para se crescer na profissão que deseja.

 

mulher computador

 

 

4. APRENDA A SE COMUNICAR PARA CRESCER NA PROFISSÃO

Trabalho em equipe sempre foi uma expressão muito relevante no mercado de trabalho. E isso tem se acentuado cada vez mais nos últimos anos.

A convivência com outras pessoas e o aumento da complexidade das tarefas exigem competências comunicacionais calcadas em compreensão e assertividade.

Se, por exemplo, você participa de um projeto que movimenta várias funções diferentes, o primeiro passo a se tomar é criar condições para que todos se entendam e compreendam a importância e as responsabilidades de cada um dos envolvidos. Algo que só uma comunicação bem estruturada pode alcançar.

No dia-a-dia da empresa a comunicação também é vital. Não é apenas sobre tratar bem os colegas, ou ser um camarada extrovertido, mas saber comunicar com eficiência suas ideias, objeções e questões com foco nas melhorias dos processos produtivos.

5. HABILIDADE ORGANIZACIONAL

Hoje a maior parte das profissões não se limita a somente apertar parafusos. Em maior ou menor escala, todos precisam lidar com múltiplas tarefas, cumprir cronogramas e conciliar duas ou mais funções.

Quanto mais complexa for a atividade desempenhada, mais necessária se torna a habilidade organizacional de modo a deixar as ações fluídas e produtivas.

O importante aqui é evitar confusões, acúmulo de procedimentos, procrastinação e estresse.

Construa o hábito de sempre pensar, planejar, criar agendas e cronogramas antes de executar as tarefas ou projetos mais complexos. Isso ajuda a ter uma imagem mental de tudo o que precisa ser feito.

Se preciso, fracione grandes tarefas em tarefas menores, mais facilmente administráveis. Isso colabora para combater a ansiedade e manter o projeto nos trilhos.

A etapa organizacional confere mais segurança às suas ações e contribui para eliminar hesitações e dúvidas no decorrer do processo.

 

nootbok

 

6. ESTIMULE SUA CRIATIVIDADE

Como já dissemos, inovação e “pensar fora da caixa” são atributos supervalorizados no universo corporativo. Em momentos de alta competitividade, ou de crise, tornam-se praticamente obrigações para a sobrevivência das empresas.

Novos produtos e novas ideias podem ser os pontapés iniciais de verdadeiras revoluções no comportamento do consumidor (a Apple que o diga).

Entretanto, essas coisas não caem do céu. O momento do eureca é geralmente precedido de muito trabalho, paciência e determinação. Como diz o ditado, o que chamamos de inspiração tem tudo a ver com transpiração.

Procure exercitar a criatividade no seu dia a dia e não se preocupe com palavras como “talento” ou “vocação”. Pratique alguma atividade artística e registre suas ideias. Mesmo que pareçam bobas ou sem sentido!

O que chamamos de criatividade é a capacidade de associar ideias e conhecimentos… E combiná-los em diferentes formas para encontrar novas ideias e novos conhecimentos.

7. DESENVOLVA O RACIOCÍNIO CRÍTICO

É um grande equívoco acreditar que o pensamento crítico tem a ver com reclamações. Ou mesmo problematizações sem sentido, visão negativista ou sempre observar o copo meio vazio.

Ao contrário, é a capacidade de enxergar problemas que ninguém ou poucos conseguem perceber. E claro, ao mesmo tempo, propor as devidas soluções.

A capacidade crítica é uma característica valorizada porque aumenta a qualidade dos processos produtivos. E também porque permite prever quais são os aspectos vulneráveis de uma estratégia de negócio.

Trata-se de fazer o correto diagnóstico das situações, sem ingenuidade ou otimismo cego. Claro, não basta apenas detectar os erros, é preciso ir além e propor formas de resolvê-los ou contorná-los.

 

maos

 

 

Cada uma das habilidades apresentadas aqui, podem te fazer crescer na profissão que deseja a partir do momento que você consiga administrar e desenvolver essas competências, porque, quando elas estão presentes ao seu lado, você consegue ser um profissional de sucesso que tem capacidades o suficiente para progredir profissional e pessoalmente.

Quer se destacar na sua profissão? O Cebrac pode te ajudar a melhorar o seu currículo!

Os melhores
cursos pra você

CANAL TV CEBRAC
DICAS E NOVIDADES

Prêmios

CEBRAC É A REDE DE ENSINO MAIS PREMIADA DO BRASIL

Cebrac Cursos Profissionalizantes
43 3026-8989
cebrac@cebrac.com.br